sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Abaixo Assinado Contra o Aumento Salarial

Abaixo um link para ler e assinar este abaixo-assinado online contra o aumento nos salários do presidente da República, ministros e parlamentares. Dezembro/2010

 http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2010N4596


Para que os favorecidos por esta vergonhosa decisão lembrem-se de que estão onde estão para defender os interesses do povo que os elegeu, e não para agirem em favor próprio. A sociedade brasileira se envergonha desta decisão, uma vez que os valores necessários para sustentar esses aumentos seria suficiente para minimizar diversas carências nas áreas de saúde, educação e saneamento básico. Enquanto muitos brasileiros não tem sequer o que comer, os "digníssimos" se preocupam em aumentar seu já farto rendimento. DESIGUALDADE, EGOÍSMO E GANÂNCIA são os motivadores desta decisão.

sábado, 11 de dezembro de 2010

Bestialidade Humana

"E é possível ver como o ser humano tem se aproximado perigosamente do limiar da bestialidade absoluta, cada vez mais distante dos velhos atributos humanos.
Basta abrir um jornal para ter uma amostra do que é capaz o que continuamos chamando de 'ser humano' hoje."


(http://sinais2012.wordpress.com/2008/11/21/nibiru-e-a-grande-transicao-planetaria/)

Não sei se devo dizer que me surpreendo com a ignorância e bestialidade de que certos "seres humanos" são capazes. A cada dia vejo (vemos) notícias sobre barbáries cometidas por pessoas que não merecem nem ser comparadas a animais.
Hoje ao olhar o G1, vi esta notícia, que me revoltou. Ainda não consigo entender como pode uma pessoa, em sã consciência, matar uma outra pessoa por um motivo tão banal: torcem para times diferentes.
Apesar de responder que sou corinthiano quando me perguntam para que time eu torço, na verdade não sou fã de futebol. Nem sei os nomes dos jogadores, e não consigo assistir mais do que 10 minutos de um jogo (exceção para as copas do mundo).
Fica difícil assim entender o que leva um grupo de pessoas a se matarem por esta diferença. Não bastassem os holocaustos cometidos por diferenças étnicas e religiosas, mundo afora.
Aparentemente estas pessoas sentem prazer na violência, da humilhação de outras pessoas, sentem a ânsia de matar, precisando pra isso apenas de um motivo, seja ele o mais ridículo que for.
É urgente uma reforma moral na sociedade, e sou bem descrente para acreditar que o próprio ser humano seja capaz disso.

"A Providência Divina, que jamais nos faltou, já está providenciando a “vassoura” para uma “faxina” para valer.
É claro que não se fazem omeletes sem quebrar ovos e que teremos de enfrentar terrores jamais vistos, nem imaginados, mas é o que merecemos, acho, por ter sido incapazes de criar uma HUMANIDADE e, sim, apenas, um bando de raptores e assassinos da pior espécie."

 
(http://sinais2012.wordpress.com/2008/11/21/nibiru-e-a-grande-transicao-planetaria/)

Como sair de Repente pra Kagar?

P.S. - As duas cidades ficam na Alemanha.

Só pensa merda, né ???

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Teste de Memória

Que tal um teste de memória?

É o seguinte:


O teste é composto por 3 partes:

1.ª parte: vão ser mostradas 12 fotos,
2.ª parte: vão ser mostradas mais 12 fotos,
3.ª parte: vão ser mostradas 48 fotos e a pergunta em cada foto é se a viu na 1.ª,  2.ª parte ou se nunca a viu.

Quando terminar, verá os resultados. Vale a pena!

Segue o link: http://www.bbc.co.uk/science/humanbody/sleep/tmt/instructions_1.shtml

Segue o meu resultado:

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

domingo, 21 de novembro de 2010

Escolha bem!

Em 1919 uma campanha a favor da proibição do Alcool nos EUA mostrava a foto abaixo:

"LÁBIOS QUE PROVAM O ÁLCOOL, NÃO PROVARÃO OS NOSSOS"



 Olhe BEM para elas e seja sincero...

QUEM IA PARAR DE BEBER???

domingo, 26 de setembro de 2010

O ‘menor’ vídeo do mundo

A produtora Aardmann, dos criadores do filme Wallace & Gromit – A Batalha dos Vegetais, usou uma câmera de celular e um microscópio para criar o “menor” curta-metragem de animação em stop-motion já realizada, segundo os criadores. Vale a pena conferir!

Fonte: http://blogs.estadao.com.br/link/o-menor-video-do-mundo/


terça-feira, 21 de setembro de 2010

Presos por corrupção são recebidos com festa

"Soltos no sábado, o governador do Amapá, Pedro Paulo (PP), e o candidato do[br]PDT ao Senado, Waldez Góes, participam de comício e carreata em Macapá"

 fonte: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100921/not_imp612907,0.php

Para esta notícia, vou me valer de Rui Barbosa:

 "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto." (Rui Barbosa)

domingo, 12 de setembro de 2010

E "Nosso Lar"...

... não foi tão bom como eu esperava!
Nem com relação aos efeitos especiais, nem com relação à história.
Admito que ainda não li o livro, mas todas as pessoas com que tenho conversado, que já leram, disseram que o filme apresentou muitas coisas diferentes em relação ao livro.
Sendo assim, vou ler o livro para matar minha curiosidade a respeito dos detalhes.

Murphy no Caixa do Banco Real

Ok, ok!
Digamos que seja coincidência, apenas isso. Afinal, todo mundo se desentende com caixas eletrônicos, caixas de supermercado e máquinas de cartão como eu. ¬¬
Este era o único caixa disponível para depósito na agência... sem que fosse preciso utilizar um cartão.


sábado, 11 de setembro de 2010

Por mais coerência e decência neste País!

PF e as prisões do Amapá

Hoje li no Estadão a notícia sobre as prisões feitas no Amapá. Assim como as prisões feitas em Dourados-MS,  e tantos outros escândalos que são apresentados dia-a-dia pela imprensa (fora, é claro, aqueles que ainda não vieram à tona) este episódio mostra o quão podre ainda está a política do nosso País.

Corruptos, canalhas, ladrões, safados, mentirosos e manipuladores podem existir em qualquer partido: PT,PSDB, PDT, PP, etc...

Condenar e defender legendas, ao invés de pessoas, pra mim é besteira! Há de se punir as pessoas envolvidas nestes escândalos. Eu penso que, infelizmente, vai demorar para limpar o País desta corja, curá-lo destas células cancerígenas que são os políticos corruptos, que adoecem os órgãos nacionais, os estados, a saúde, a educação, o saneamento básico de milhares de brasileiros que nao tem o mínimo necessário para viver decentemente.

Enquanto brasileiros são esquecidos em seus direitos mais básicos, tem sua privacidade invadida, esses safados enchem os bolsos do dinheiro público, e praticam os atos mais baixos, deixando a vergonha na cara em casa (se é que está lá) para aparecer em rede nacional, pedindo votos e bancando os bons moços.
Parabéns à PF que está agindo, pelo menos nas investigações e apreensões em casos como este. Falta agora ver se os envolvidos em casos como este realmente terão o que merecem, ou se estarão livres daqui alguns dias, graças à influência que compraram ao longo dos anos.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Murphy até no Caixa do Bradesco

E tem gente que fala que eu exagero!
Quando cheguei a porcaria estava reiniciando. Tive que usar o caixa 24H. ¬¬




sábado, 28 de agosto de 2010

Afinidade de Ideias

Quer saber com qual candidato a presidente (entre os três principais) você tem mais afinidade? Faça o teste:
 http://veja.abril.com.br/eleicoes/eleicoes-2010-teste-candidatos-pensa-voce.shtml

O meu resultado foi esse:

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Nokia 5530 - Uma decepção!

Semana passada resolvi trocar meu velho celular por um melhorzinho. Depois de dar uma pesquisada sobre as funcionalidades de alguns celulares, cheguei ao Nokia 5530.

 
A quantidade de recursos do modelo é grande, o que faz dele uma opção bem atrativa.
Meu maior erro, no entanto, foi não ter procurado informações sobre possíveis problemas com este modelo.
Pouco tempo depois de comprá-lo, menos de 4 dias, percebi que a bateria descarregava rápido demais. Em 5 dias precisei carregar o celular 3 vezes, e olha que eu nem fiquei utilizando os recursos do celular como áudio e vídeo, apenas algumas fotos.
Percebi também que o celular, vez ou outra, reiniciava, desligando e ligando logo em seguida. Isso acontecia em momentos diversos, fosse editando contatos, ou acessando outros recursos.
A tampa da bateria também estava frouxa, e a sensação era de que ela abriria a qualquer momento.
Depois de ter percebido estes problemas, procurei referências a estes problemas pela internet, e encontrei relatos sobre os mesmos problemas, ou seja, são problemas, ou vícios, do modelo.
Uma das recomendações era para atualizar o sistema do celular. Fiz a atualização, conforme indicado no site da Nokia:



Mesmo depois de fazer a atualização do software, o que teoricamente deveria acabar com o problema da reinicialização, ainda constatei o problema.
A solução foi apelar para a troca na loja. Liguei no serviço de atendimento ao cliente da Nokia antes, e fui informado de que deveria enviar o aparelho para a assistência da Nokia (nem cheguei procurar saber onde fica), e só depois da constatação do defeito é que eles fariam o reparo, e me enviariam o aparelho, mas disseram que não fariam a troca do aparelho.
Nem preciso dizer que achei o "ó do borogodó" essa situação: 5 dias depois de comprar um aparelho com defeito de fábrica, característico do modelo, eu precisaria enviá-lo à assistência para ainda assim não receber um novo aparelho.
No fim das contas, consegui trocar o aparelho na loja, e peguei um Samsung Star 3G S5620. Até agora não tenho do que reclamar.

 Devo admitir que os recursos do Nokia 5530 me agradaram muito. Gostei dos menus, da navegabilidade (apesar de alguns não gostarem), mas os problemas que o modelo apresentou, somados à falta de suporte decente por parte da Nokia, me decepcionaram, e eu não recomendo esta compra pra ninguém.


 Está dada a dica!

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Despedida!

É sempre complicado se despedir daquilo que é ou foi importante em nossa vidas. Sempre fica algo a dizer, a agradecer.

Estou me despedindo!

Estou me despedindo de Bauru, e estou me despedindo da empresa que me deu uma oportunidade há quase 4 anos.

Cheguei em Bauru para trabalhar na Transformare em novembro de 2006, e de lá para cá vivi muitas coisas nesta cidade, aprendi muitas coisas nesta empresa.
Nestes quase quatro anos em que estou em Bauru fiz muitos amigos, tive muitas alegrias, decepções, paixões, e cresci muito como pessoa. Na Transformare tive muitas experiências que me tornaram uma pessoa e um profissional melhor do que eu era quando aqui cheguei.

Só tenho a agradecer por tudo! Quero agradecer especialmente ao Ricardo Azevedo, que foi meu chefe e hoje considero um amigo, pela confiança que sempre depositou em mim, e pela oportunidade que me concedeu. Quero agradecer a todos os meus amigos de trabalho, por todos os momentos que passamos. Nunca fomos apenas colegas de trabalho; a amizade que cultivamos vai muito além das paredes da empresa, e estaremos sempre em contato vida afora.

Aos amigos de Bauru, o que dizer? Vocês sempre serão pessoas especiais em minha vida! A distância nunca me fará esquecer todos os momentos que passamos juntos. Alguns de vocês me viram chorar, me deram apoio em momentos difíceis, riram comigo, me levaram pra casa depois de eu tomar porres, e são pra mim uma família.

Agora é bola pra frente! Novos desafios estão por vir, novas experiências, e assim a vida continua!

Relação de Erros Clássicos no Desenvolvimento de Software

Eis uma relação bem bacana (e real) de erros clássicos cometidos no desenvolvimento de software:

Classic Mistakes Enumerated



Vale muito a pena ler!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Então eu quase fui ao México...

Pesquisando sobre cursos de JBoss na Red Hat, vi que havia uma turma para começar em Setembro, no Distrito Federal do México.



De imediato pensei ser um erro na página dos cursos, mas descobri que sim, há um Distrito Federal também no México .


Nem vai rolar de fazer o curso lá! ¬¬

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Guia para Londres - 2012

Você é brasileiro e está pensando em ir à Londres para as Olimpíadas de 2012? Então se prepare. A agência nacional de turismo da Grã Bretanha preparou um guia para que os ingleses recepcionem bem os turistas. E abusou dos estereótipos. Exemplos:

Para lidar com os brasileiros:
- Seja gentil e não fique bravo com as tentativas dos brasileiros de falar inglês
- Não pergunte sobre idade e estado civil
- Esteja preparado para ser interrompido
- Mulheres sempre se vestem de forma sexy
- Não se assuste com os beijinhos
- Estão sempre atrasados

Veja mais: Guia para Londres-2012 diz que brasileiro só se atrasa e argentino é sem graça

domingo, 25 de julho de 2010

Grupo Só Riso

Vídeo do Grupo Só Riso, de Birigui, um grupo sem fins lucrativo que tem como missão promover a experiência da alegria, como fator potencializador de relações saudáveis por meio da recreação  infantil, com a atuação de palhaços e contadores de história, junto a crianças carentes em creches e orfanatos e ainda crianças hospitalizadas, seus pais e profissionais de saúde.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Be careful while using EntityManager.getDelegate()

Este post que encontrei dá uma dica importante quando se tenta usar os recursos nativos do EntityManager, quando o mesmo é obtido a partir de um servidor de aplicações:

http://weblogs.java.net/blog/2009/05/25/be-careful-while-using-entitymanagergetdelegate

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Macarrão ao Molho de Tomate

Ahh.. primeira vez que vou postar uma receita.
Nada novo a primeira vista, mas eu tirei as fotos desse macarrão que eu fiz para provocar a lombriga da minha namorada, e para aproveitá-las para algo mais resolvi postar.
Se você que está vendo este post não sabe nem fritar um ovo, tomar vergonha! É facinho de fazer um macarrão como este, acredite. Olha aí:

  • Nada de molho de tomate pronto Rapá! Pegue 5 tomates maduros e pique-os em cubos pequenos.
  • Pique uma cebola grande, e amasse uns 5 dentes de alho.
  • Pique cheiro verde, e misture também temperos diversos, como alecrim, manjericão, orégano.



  • Separe parte da cebola, cheiro verde e azeitonas pretas em um recipiente, para misturar depois (não os coloque no molho).
  • Um pacote de macarrão do tipo Penne.

Preparando:

Coloque uns 3 litros de água para ferver em uma panela grande. Assim que a água começar a ferver coloque um pouco de óleo e sal e coloque o pacote de macarrão.
Frite a cebola e o alho no azeite, e assim que estiverem dourados coloque o tomate. Espere que ele desmanche, e adicione uma porção de cheiro verde e ervas, e algumas azeitonas.
Deixe o molho ferver, e acrescente pimenta e sal a gosto. Eu prefiro pimenta calabreza.
Assim que o macarrão ficar ao dente (nem duro nem mole) coe e coloque em uma travessa.
Jogue por cima o molho, e acrescente aquele cheiro verde e ervas (com azeitona e cebola) que foram reservados.
Misture tudo, e por último jogue queijo ralado!



Não tem comida mais prática para quem mora sozinho!

What You See And What You Get

Revirando as fotos do meu celular encontrei uma foto tirada ainda na época do Natal. Certa vez vi um e-mail que comparava embalagens  de alimentos com o que realmente vinha dentro e resolvi, na ocasião, registrar o que vi depois de abrir uma bela caixa de panetone. O panetone realmente era bom, mas a aparência... fala sério!

sábado, 26 de junho de 2010

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Vítima de mais uma operadora de Internet 3G

Pois bem, eis-me aqui novamente resmungando por causa de um serviço mal prestado.
No final do ano, resolvi me desfazer de um plano de Internet 3G com a Claro devido à péssima qualidade do sinal, após um certo tempo de uso. Juro, que desta operadora não quero mais nada!
Resolvi então procurar uma nova prestadora.
Depois de alguma pesquisa, resolvi contratar os serviços da Vivo. Até agora tem sido uma boa relação empresa/cliente... até agora.
Mal uso a Intertnet em casa. Somente à noite eu me conecto, para ler e-mails, fazer pesquisas e conversar no MSN com minha gatinha =)
Comecei a reparar ultimamente que minha cota tem expirado mais rápido do que o que seria razoável, de acordo com minha utilização. Segundo meu plano, posso usar até 2GB até que a velocidade seja baixada. Eis a estatística de uso no momento em que recebi a mensagem de que minha velocidade sofreria redução:






Veja na estatística mensal! Não chega nem a 1GB... Coincidentemente, sempre no mesmo dia de cada mês, chega uma mensagem avisando que estou passando de determinada cota. E não, eu não uso o modem em outro lugar que não em casa.

Pois bem, tentei acessar o site indicado na mensagem para verificar o tal tráfego de dados de minha conta... mas ao tentar me registrar pela primeira vez, eis que não consigo. Claro, sou muito ignorante, e talvez eu não saiba os números de meus documentos, não saiba o número do CEP da minha casa...




Depois de tentar recuperar uma senha por cerca de 10 tentativas, resolvi ligar para o atendimento... e estou até agora pendurado no celular... cerca de 30 minutos... escrevendo este post todo com uma mão só (tamanho o tempo de espera) e com a sensação de que, novamente, fui infeliz no contrato desse serviço.
Se algum dia alguém da Vivo ler este post, por favor saibam que a única coisa que quero é ser um consumidor feliz, satisfeito com o serviço que contratei.

Informações adicionais (1): já estou pendurado no celular há mais de 40 minutos.. fui passado do atendimento para a ouvidoria, da ouvidoria para o suporte técnico, e acabo de ouvir da atendente do suporte técnico que quem deveria ter resolvido meu problema era a primeira atendente... me sinto uma bola de ping-pong.

Informações adicionais (2):  A cada vez que repassam, tenho explicar todo o problema novamente... e acabaram de me mandar pra um menu de opções nada-a-ver!!!! Inferno de empresa!!!!! Caiu a linha, e agora começa a saga novamente...

Informações adicionais (3): Vencido pelo cansaço.. mas não me escapam.. amanhã entro em contato com o PROCON

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Proteste já sem censura em Barueri (o desvio da TV)

Um dos melhores flagras de malandragem que eu já vi!











sábado, 8 de maio de 2010

Por quê as mulheres choram?



encontrei em: http://oblog.virgula.uol.com.br/veiotarado

Decorando Fórmulas de Física

Professor Pachecão ensinando a decorar fórmulas de física no programa do Jô.




Tive um professor parecido com o Pachecão (o do vídeo) quando fiz cursinho. O apelido dele era Clau-clau. Ele também nos ajudava a decorar as fórmulas desta maneira. Realmente ajuda!

Lançamento de cartas

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Refactoring Patterns...

Mais um link sobre Refactoring Patterns!

Design patterns, Antipatterns, Refactoring e UML...

foi o que eu encontrei neste site, ao procurar por referências a padrões de refatoramento.
Vale muito a pena conferir!

quinta-feira, 1 de abril de 2010

domingo, 28 de março de 2010

quarta-feira, 24 de março de 2010

Mudanças acontecem - vale a pena refletir!

Desconheço a autoria e não tenho confirmação dos dados, mas vale a reflexão!

O nome das cores

Desconheço a autoria, mas recebi por e-mail e achei engraçado. Realmente é assim! Ou você, que é homem (com H) conhecia a cor "lavanda"? hahahaha...


terça-feira, 23 de março de 2010

Cuidado com o jacaré! Ele pode acabar com seu dia!

Tomo aqui a liberdade de publicar um conteúdo que recebi por e-mail, e que traduz muito bem o dia-a-dia de muitas pessoas. Nem preciso dizer que estou nessa situação ultimamente né?


Por: Luiz Carlos Cabrera

Eu ouvi uma frase num Congresso de Tecnologia da Informação em Los Angeles, lá pelo final dos anos 70, a qual nunca mais esqueci. A frase era assim: “Se você tem um jacaré a lhe morder as pernas, a tendência natural é esquecer que seu objetivo principal era drenar o pântano”. A metáfora é muito poderosa. É claro que você, que recebeu a missão de drenar o pântano, ao entrar nele e ser mordido por um jacaré imediatamente esquecerá tudo e se focará em matar o desgraçado do jacaré.

Esse jacaré é o nosso dia-a-dia. Esse jacaré representa o nosso agir sem planejar, sem parar para pensar, o famoso engatar uma coisa na outra. Relembre o seu último dia de trabalho. Dirigindo no trânsito, você fez os planos do dia, organizou a agenda, planejou o tempo a ser distribuído de acordo com suas prioridades. Aproveitando o congestionamento, fez até uma lista usando uma folha do caderno que seu filho esqueceu no carro. Acabou de estacionar e do seu lado um outro gerente diz: “Não se esqueça do relatório que você me prometeu para hoje!!”.

Pronto, o primeiro jacaré te pegou!! Aí é vapt, vupt, paulada no jacaré, e você consegue chegar na sua sala. Mal sentou, toca o telefone! O chefe!! “Você viu os resultados das vendas de ontem? Você tem que ir lá na filial falar com o supervisor!”. Pronto. O segundo jacaré te pegou e esse tem a boca grande! De novo paulada para todo lado e você tenta voltar ao plano original, quando entra na sua sala um subordinado que acaba de receber uma proposta com 25% de aumento no fixo e 50% de aumento no variável. Jacarezão de boca aberta, e esse é dos cascudos. Senta, conversa, argumenta, discute, se emociona e a dor da mordida você já nem sente. Consegue adiar a decisão dele até você falar com o RH.

Você olha para a lista, aquela feita no caderno do seu filho, já são quase duas horas da tarde e você nem almoçou. Come uma barrinha de cereal e abre o e-mail. Pulam dois jacarés filhotes, dessa vez querendo morder a sua mão. Trinta e sete e-mails! Alguns com horário da madrugada. E você pensa que jacaré dorme? Jacaré competente manda e-mail à 1h35 e ainda fala que vai trabalhar mais um pouco. Ao fim do dia, exausto, faminto, sem ter conseguido tomar um café! Você olha a sua lista de prioridades e se sente um lixo! O que é que eu fiz hoje??

Nem o primeiro item!
E como sair dessa? Trabalhando incansavelmente o conceito de prioridade. As suas prioridades são aquelas relacionadas com suas metas, são as tarefas que somam valor, são as que são significativas e claramente percebidas pelos clientes. Não confunda os conceitos de urgente e importante. A urgência é temporal, tem a ver com a cronologia das coisas, e a importância tem a ver com contexto e conteúdo. Trabalhe suas prioridades. Essas sim reúnem o melhor da urgência e da importância, pois foram planejadas por você e de acordo com suas metas e objetivos. Não se deixe iludir pelo fato de, hoje, você conseguir matar três ou quatro jacarés por dia. No final você vai ser mesmo avaliado é pela drenagem do pântano.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Que diagnóstico que nada!


Alguém me diga pra quê serve esta @#@#$#%$ que nunca consegue realizar o diagnóstico dos problemas?

quarta-feira, 17 de março de 2010

Pesquisa sobre utilização de containers Java EE

Em novembro de 2009 o site http://www.zeroturnaround.com realizou uma atualização sobre a pesquisa de popularidade entre os containers  Java EE, feita inicialmente em julho do mesmo ano.





Detalhes da pesquisa podem ser encontrados no post: Survey Results: The Java EE Container Redeploy & Restart Report – measuring Turnaround Time

terça-feira, 16 de março de 2010

Mais A-HA!

Pal, Mags e Morten depois da passagem de som. Eu estava bem ao lado do câmera, e mesmo assim não consegui pegar um autógrafo nessa hora =(


domingo, 14 de março de 2010

A-HA - Move to Memphis (Bauru)

A-HA - Take on Me (Bauru)

A-HA no Fantástico!

Para quem é fã do A-HA, vamos pedir à Globo uma matéria para a banda no próximo Fantástico. Basta se cadastrar e fazer a sugestão:

http://falecomaredeglobo.globo.com/

[]'s

A-HA em Bauru - Um Sonho Realizado!

É estranho. Até agora parece mentira que o A-HA realmente passou por Bauru, e que os integrantes da banda ficaram hospedados em um hotel a 1 km da minha casa.
Para muitas pessoas, este foi um evento banal, e muitas delas podem estranhar tamanha fascinação por uma banda. O próprio segurança contratado para acompanhar os integrantes da banda me disse que não conseguia entender a euforia dos fãs no hotel, a espera por um autógrafo, uma foto.
Isto acontece com qualquer fã, é algo que não se pode explicar, apenas sentir.

Como me tornei um fã

Minha admiração pelo A-HA começou há muito tempo. Creio que desde que me conheço por gente escuto as músicas da banda, afinal de contas, quando eles lançaram o primeiro grande hit, "Take on Me" eu tinha apenas 3 anos de idade, e desde então as músicas da banda sempre estiveram nas paradas, na década de 80.
A primeira vez que eu relacionei aquela "música legal" com o nome da banda, propriamente dita, foi quando eu tinha uns 12 anos. Eu estava passando em frente a uma loja e ouvi "You Are The One". Aquilo mecheu comigo de imediato; eu adorava a música, mas não tinha certeza se era da tal banda A-HA. Entrei correndo na loja, eufórico, e perguntei ao proprietário qual era o CD que estava tocando. Para minha alegria e surpresa era o "Best in Brazil" do A-HA.


Este foi o primeiro CD que eu tive da banda. Ele trazia os principais hits da banda, mas não tinha outros grandes sucessos como "Take on Me" e "Cry Wolf". Eu o ouvia o dia inteiro!
Ninguém da minha idade gostava ou conhecia a banda, e outra coisa chata, até então, é que a banda já não estava mais na ativa. Ela havia se separado em 1993, e para mim, a possibilidade de vê-los na televisão era remota.
Durante muito tempo, o A-HA para mim foi uma foto na capa do CD. Eu não sabia quem tocava o que, quem cantava, e ficava imaginando como seria vê-los cantar, tocar. Tudo isso foi alimentando um sonho de um dia vê-los.
Várias ocasiões ocorreram em que eu ouvia uma música no rádio, que sabia que era deles, e ficava eufórico. Certa vez ouvi "Cry Wolf" no rádio, quando ia a um clube em Uberlândia, no Chevetinho do meu pai. Aquilo foi fantástico; era como se eu tivesse descoberto algo raro: uma outra música deles.
Com o tempo eu fui conseguindo mais CDs. Naquela época dependia dos meus pais para ganhar os CDs, então era demorado para conseguir um. também não era fácil encontrá-los nas lojas.
Certa vez, um amigo me disse que seu vizinho tinha um VHS do A-HA. Fiquei eufórico. Pedi para assistir, e consegui gravar uma cópia do VHS "Headlines and Deadlines - The Hits of A-HA". foi a primeira vez em que eu pude ver a banda tocar, saber quem tocava o quê. Foi incrível!
Passei então a querer ser como o Morten Harket. Ele era (e é) realmente meu ídolo.
Ainda restava uma tristeza: a banda não existia mais. Restava apenas o consolo de encontrar e comprar os álbuns da banda.
Certa vez, em uma loja de Uberlândia, estava acompanhando meu pai, que ia comprar um CD do Raça Negra para a esposa dele, e fuçando nos CDs eis que encontro "Memorial Beach". Era como encontrar um tesouro. Eu nunca soubera deste CD antes, e aquilo para mim era uma raridade. Ganhei o CD.



Também em Uberlândia encontrei um dia, em uma loja do Carrefour, o CD do Morten Harket, e novamente tive um momento de grande alegria. Era de alguma forma uma maneira de saber que os integrantes estavam na ativa.




Muitas outras ocasiões ocorreram, em que o A-HA fez parte da minha vida, e sempre tive várias das músicas da banda como "temas" para momentos importantes.

O retorno da banda

Em 2000, eu estava trabalhando em uma fábrica, em Birigui. Era quase 17:00 hs quando ouvi uma música diferente na voz de Morten. Imaginei na hora que fosse algum álbum que eu ainda não conhecia. Saí da fábrica e fui direto para a rádio, onde descobri que se tratava de um single (Summer Moved On) de um novo álbum que ainda não estava nas lojas.
Pedi para que o rapaz da rádio gravasse uma fita K7 para mim com as versões da música, e ficava ouvindo esta fita o dia inteiro.
Isto foi incrível. A banda estava de volta eeu tinha esperanças de um dia ir a um show.

Logo comprei o álbum Minor Earth Major Sky, e em seguida o DVD Live at Vallhall. Por várias vezes namorei ouvindo este DVD, e às vezes ele era pretexto para que eu convidasse uma garota da qual estivesse afim para ir em casa.



Em 2002 tive minha primeira alegria, e frustração. O A-HA fez uma série de shows no Brasil, inclusive no interior de São Paulo, na cidade de Barretos. Mas na ocasião eu ainda era um universitário "durão", e trabalhava em uma lanchonete, e sem dinheiro para ir em qualquer um dos shows, amarguei esta frustração por muito tempo.
Já nesta época, eu tinha acesso à internet, e conseguia acompanhar a banda pela rede. Eu me esbaldava na quantidade de informações na internet, e vibrava a cada novo site com informações.

Ano passado (2009) eles estiveram novamente por aqui, e novamente eu não pude ir. Eu já estava, então, morando em Bauru, mas havia feito uma cirurgia, e estava de repouso. Novamente uma chance de ver a banda havia sido frustrada.


A-HA em Bauru


Se alguém me perguntasse no ano passado qual a possibilidade de a banda tocar aqui, em Bauru, eu diria que seria a mais remota possível. No máximo eles poderia tocar novamente em São Paulo, ou Rio de Janeiro, mas nunca que eu imaginaria um show aqui. Este ano, porém, o destino trabalhou a meu favor, e a favor de tantos outros fãs do A-HA.
Um sonho se tornou realidade, e a abertura da última turnê da banda iria começar aqui, em Bauru. Devo confessar que ainda não me caiu a ficha. Comprei o ingresso, e esperei anciosamente pelo dia.
Consegui mais do que eu esperava. No dia do show descobri que a banda estava hospedada em um hotel próximo à minha casa, e no horário do almoço fui pra lá. Consegui tirar foto com um dos integrantes, e pegar autógrafos.
O show foi espetacular! A sensação de estar lá diante de meus ídolos depois de tantos anos de espera... é indescritível!

Algumas pessoas chegaram a comparar um show do A-HA a um show de Vitor e Léo, como que querendo dizer que era apenas um show como qualquer outro. Sem desmerecer Vitor e Léo, ou qualquer outro artista/banda/grupo: A-HA é incomparável para seus fãs.

O show de Bauru, para mim, não foi apenas mais um show. Foi O SHOW. Esperei por ele durante anos e a sensação de sonho realizado vai ficar comigo, pra sempre.



A banda este ano encerra sua carreira. Deixo registrado aqui meu humilde agradecimento por todos estes momentos de pequenas mas intensas alegrias que me proporcionaram, mesmo que eles nunca venha a saber quem eu sou.

A-HA faz e sempre fará parte da minha história!

sábado, 6 de março de 2010

Aposta

Desenhos com Moscas Mortas

E quem disse que moscas mortas não podem ser engraçadas?




veja mais: http://funzu.com/index.php/crazy-pics/dead-flies-skill-06102009.html

As piores fotos de alguma coisa

(pior local de trabalho)

Encontrei, navegando por aí, um post com as piores fotos de alguma coisa, ou alguma situação. Vale a pena dar uma olhada (ps: em cima de cada foto tem a descrição do que se trata):

Melhor trabalho do mundo!

Tá, melhor mesmo é ser analista de sistemas (ahã, sei), mas este deve ser um dos melhores empregos do mundo... instrutor de Yoga:



de onde:
http://topcultured.com/best-job-in-the-world-yoga-instructor/

"Tombasso" no Gelo




Devo admitir que nestes jogos de inverno o que mais chamou minha atenção foi a patinação no gelo. 
Nunca tinha parado pra assistir essa modalidade, que de todas foi a que mais me prendeu na frente da TV.
Interessante também são as fotos do link abaixo, que mostram tombos no gelo:


10 Greatest Animal Photobombs Of All Time





veja mais:

terça-feira, 2 de março de 2010

segunda-feira, 1 de março de 2010

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Garotas....


Sem comentários!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

TERREMOTOS



Dizem que passado o terremoto de Lisboa (1755),
o Rei perguntou ao General o que
se havia de fazer.
Ele respondeu ao Rei:
'Sepultar os mortos,
cuidar dos vivos e fechar os portos'.

Essa resposta simples,
franca e direta tem muito
a nos ensinar.

Muitas vezes temos em nossa vida
'terremotos' avassaladores,
o que fazer?
Exatamente o que disse o General:
'Sepultar os mortos,
cuidar dos vivos e fechar os portos'.

E o que isso quer dizer para a nossa vida?

Sepultar os mortos significa que não adianta
ficar reclamando e chorando o passado.
É preciso 'sepultar' o passado.
Colocá-lo debaixo da terra.
Isso significa 'esquecer' o passado.
Enterrar os mortos.

Cuidar dos vivos significa que,
depois de enterrar o passado,
em seguida temos que cuidar do presente.
Cuidar do que ficou vivo.
Cuidar do que sobrou.
Cuidar do que realmente existe.

Fazer o que tiver que ser feito para
salvar o que restou do terremoto.

Fechar os portos significa não deixar as
'portas' abertas para que novos
problemas possam surgir ou
'vir de fora' enquanto estamos
cuidando e salvando o que restou
do terremoto de nossa vida.
Significa concentrar-se na reconstrução,
no novo.

É assim que a história nos ensina.
Por isso a história é 'a mestra da vida'.
Portanto,
quando você enfrentar um terremoto,
não se esqueça:
enterre os mortos,
cuide dos vivos e feche os portos.



fonte: desconheço o autor, recebi esta mensagem por e-mail.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

A-HA em Bauru (09/03) - Meu lugar tá reservado!!!

É isso ae!!!
Consegui, ontem, garantir meu lugar na Área I!
Depois de anos um sonho realizado.


quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Terremoto mata Zilda Arns no Haiti

A notícia foi confirmada pelo UOL.

Com tanta gente canalha que poderia deixar a face da terra (consigo pensar em vários políticos para começar), perder uma pessoa como Zilda Arns, que tanto fez pelo bem social, é realmente lamentável.